domingo, 13 de dezembro de 2015

Boriska O Garoto que viveu em Marte!

      

Boris Kipriyanovich nasceu em 11/01/1996 na cidade de Volzhskii na região de Volgogrado, Rússia. Boris um garoto russo *Cristal (crianças nascidas na década de 90 dotada de mais habilidades que as crianças *índigo) *Índigo (termo utilizado para descrever crianças que a pseudociência e a parapsicologia acreditam serem especiais, e que nasceram na década de 70 para preparar o caminho no mundo para recepção de crianças cristais.) Foi a criança mais conhecida no mundo todo. O caso de Boriska como é chamado pela família ficou conhecido devido a afirmação do garoto quando tinha 9 anos, onde dizia que tinha vindo do planeta de Marte e que fazia parte de uma raça chamada “Lémuria”.  Boriska ganhou conhecimento numa estadia em um acampamento onde entreteu por mais de uma hora adultos e crianças, contando histórias de vidas passadas em Marte e Lemúria , e advertiu de catástrofes que iria afetar a Terra em 2009 e 2013 que mais tarde veio a se concretizar. 

Boriska com 8 anos




“Imagine, quando todos estavam sentados ao redor da fogueira, à noite, este menino, de cerca de sete anos de idade, de repente, e em voz alta pediu silêncio: ele estava indo para nos dizer sobre os habitantes de Marte e sobre suas viagens à Terra”, uma das testemunhas compartilhou suas impressões.

“Bem, alguém ainda estava conversando em voz baixa, e então o menino estritamente exigiu toda a nossa atenção, ou então, ” não haveria história “


        Na roda em volta à fogueira o que mais intrigou Gennady Belimov, professor universitário na região de Volgograd Rússia, que ali ouvia com atenção Boris, é como um garotinho de apenas 7 anos contava a história com propriedade e detalhes onde qual quer outra criança não teria a mesma postura. Ele usou um vocabulário com tais detalhes e fatos do passado de Marte e da Terra, que todos ficaram impressionados. Pelo grande interesse em Boris, Belimov fez um monologo com o garoto e seus pais presentes e dentro de um curto espaço de tempo a história foi se espalhando dentro da Rússia, sobre o que um garotinho que possuía altos conhecimentos tinha a dizer. E graças a história ser publicada pelo principal jornal de Moscou Pravda a história de Boris ganhou percussão mundial.


        Os pais realmente acreditavam que o filho era um ser especial e acreditavam em tudo que a criança dizia por muitos acontecimentos interessantes desde que o menino nasceu. A mãe de Boris, Nadezhda diz que o parto foi muito rápido e que não sentiu dor nenhuma; assim que o menino foi colocado em seu colo ele olhava para ela fixamente como se quisesse dizer algo. Já em casa raramente chorava e nunca pedia qualquer alimento, aos 3 meses de idade Boris falou a primeira palavra - Baba, que é português quer dizer -Papa. Com um ano e meio já lia jornais e com 8 meses conseguia falar frases inteiras. Com 3 anos Boris já conversava com seus pais sobre o universo. Ele sabia os nomes de todos os planetas do Sistema Solar e seus característicos satélites; além de falar nomes e a quantidades exatas de galáxias. Por achar muito estranho a "imaginação fértil" de Boris a mãe foi pesquisar nos livros de astronomia as informações que o filho dizia com firmeza e constatou que tudo que o garoto dizia era verdade.

      Boriska ganhou fama em sua cidade e as pessoas começaram a visitá-lo para ouvi-lo falar sobre civilizações extraterrestres, sobre a existência de outros seres que mediam três metros de altura, sobre o futuro do planeta em função de mudanças climáticas, desastres, mistérios não desvendados e etc. As pessoas ouviam tudo que Boris dizia, com grande interesse embora muitos não acreditassem nas histórias. Boris tinha o dom da vidência e do conhecimento de sua vida passada, como em sua vida em Marte a civilização era muito mais avançada pois podiam viajar no espaço e para outros planetas, as coisas que Boris contava impressionavam qual quer um que acreditava e tinha uma mente aberta.


    Entrevista com Boriska


Entrevistador - Boriska, você realmente viveu em Marte como dizem as pessoas da vizinhança?



Boris- Sim, eu vivi, é verdade. Eu tinha 14 ou 15 anos. Os marcianos faziam guerra todo o tempo e eu tinha de participar daquilo. Eu podia viajar no tempo e no espaço, podia voar em naves espaciais e também pude observar a vida no planeta Terra. As naves marcianas são muito complexas e podem se deslocar pelo Universo.


Entrevistador- Qual é a aparência dos marcianos?


Boris- Eles são muito altos, uma altura média de sete metros e apele meio esverdeada. Eles possuem capacidades inacreditáveis.


Entrevistador- Existe vida em Marte atualmente?


Boris- Sim, existe, mas o planeta perdeu sua atmosfera há muitos anos atrás como resultado de uma catástrofe global. O povo marciano ainda vive em cidade nos subterrâneos. Eles respiram gás carbônico.


Entrevistador- Como você sabe sobre essas crianças superdotadas e porque isso está acontecendo? Você sabe que eles são agora chamados de "crianças índigo?"


Boris- Eu sei que elas estão nascendo. Não obstante, eu ainda não encontrei nenhuma em minha cidade. Talvez possa ser uma menina chamada Yulia Petrova. Ela é a única que acredita em mim. Outros simplesmente riem de minhas histórias. Algo vai acontecer na Terra; é por isso que essas crianças são importantes. Elas serão capazes de ajudar as pessoas. Os pólos vão se inverter. A primeira grande catástrofe num dos continentes acontecerá em 2009. A seguinte ocorrerá em 2013, e será ainda mais devastadora.


Entrevistador- Você não tem medo de que sua vida possa terminar como resultado de tal catástrofe?" 


Boris- Não, eu não tenho medo. Eu já vivenciei uma catástrofe em Marte. Ainda existem pessoas como nós lá. Porém, após a guerra nuclear, tudo foi queimado. Algumas dessas pessoas conseguiram sobreviver. Eles construíram abrigos, novos armamentos. Também houve um movimento de continentes lá, embora o continente não fosse tão grande. Os marcianos respiram gás. Se eles chegassem ao planeta terra, teriam de ficar próximos a canos de descarga e inspirar a fumaça."


Entrevistador- Você prefere respirar oxigênio?


Boris- Quando se está neste corpo, tem-se que respirar oxigênio. Todavia, os marcianos não gostam deste ar, o ar da Terra, porque causa envelhecimento. Os marcianos são relativamente jovens, em torno de 30-35 anos de idade. A quantidade de bebês marcianos vai crescer anualmente."


        Boriska fala de uma lembrança de sua existência em Marte e onde se mostra se sentir um pouco culpado. Boris testemunhou a destruição da lendária civilização da Lemúria, "a maior catástrofe que já aconteceu neste planeta. Um continente gigante foi engolido por terríveis tempestades oceânicas.


Boris-  Eu tinha um amigo lemuriano que morreu na minha frente esmagado por uma rocha. Não pude fazer nada. Nós estamos destinados a nos reencontrar em algum momento desta vida."


Entrevistador- Boris, porque nossas sondas espaciais desaparecem ou falham antes de chegar a Marte? 


Boris- Marte transmite sinais especialmente destinados a destruí-las. Tais missões contém radiação maléfica." (Sondas movidas a plutônio?)


O entrevistador estava impressionado com o conhecimento dele sobre esse tipo de radiação. É absolutamente verdadeiro. Em 1988, um residente de Volzhskii, Yuri Lushnichenko, um homem com poderes extra-sensoriais, tentou alertar as autoridades soviéticas sobre a queda inevitável das primeiras missões soviéticas a Marte, "Fobos 1" e "Fobos 2". Ele também mencionou esse tipo de radiação desconhecida e maléfica sobre o planeta. Obviamente, ninguém o levou a sério então.


Entrevistador- O que você sabe sobre dimensões múltiplas? Você sabe que não se pode voar em trajetórias retas, mas sim manobrando através do espaço multidimensional?


Boriska imediatamente se levantou e começou a despejar todos os fatos sobre Ufos. 


Boris- Nós decolamos e pousamos na Terra a todo momento!" O garoto pegou um giz e começou a desenhar um objeto oval sobre o quadro negro. "Ele consiste de seis camadas", disse. 25% - Camada externa, feita de metal durável, 30% - segunda camada feita de algo similar à borracha; a terceira camada compreende 30% - novamente de metal. Os últimos 4% são compostos de uma camada magnética especial. Se carregamos essa camada magnética com energia, essas máquinas serão capazes de voar a qualquer ponto do Universo.


O entrevistador questiona se Boris tem uma missão especial a cumprir e se ele ou os pais tem consciência disso.


Mãe de Boris- Ele afirma que pode prever”- diz sua mãe. “Ele diz saber algo a respeito do futuro da Terra. Ele diz que a informação terá o papel mais significativo no futuro. ”


Entrevistador- Boris, como você sabe de tudo isso?


Boris- Está dentro de mim.


Entrevistador- Boris, diga-nos porque as pessoas ficam doentes.


Boris- A doença resulta da incapacidade das pessoas de viverem adequadamente e serem felizes. Você deve esperar pela sua metade cósmica. Alguém jamais deveria envolver-se e bagunçar o destino de outros indivíduos. As pessoas não deveriam sofrer por seus erros passados, e sim entrar em contato com aquilo que lhe foi predestinado e tentar alcançar as alturas e conquistar seus sonhos." (Essas são as exatas palavras que ele usou) “Vocês têm de ser mais simpáticos e calorosos. Caso alguém o ataque, abrace seu inimigo, peça-lhe perdão e ajoelhe-se diante dele. Se alguém o odeia, ame-o com todo fervor e devoção e peça-lhe desculpas. Essas são as regras do amor e da humildade. Sabem porque os lemurianos pereceram? Eu tenho parte da culpa. Eles não desejavam mais se desenvolver espiritualmente. Eles se afastaram do caminho predestinado e assim destruíram a unidade global planetária. O Caminho da Magia leva a lugar nenhum. O Amor é a verdadeira Magia!


Boris encerrou a entrevista dizendo: Kaili, e o entrevistador perguntou:


- O que você disse?


Boris- Eu disse olá. Essa é a língua do meu planeta.



       Devido a alguns seres humanos podres, muitas pessoas tinham inveja de Boriska e alguns até chegaram a persegui-lo, jogavam pedras, crianças zombavam dele e com essas atitudes fez com que os pais de Boris não aceitassem mais expor o garoto, nem para a cidade onde conquistou fama e nem pessoas de jornais e televisão que o procuravam em busca de entrevistas. Hoje em dia Boris tem 16 anos de idade e é um garoto sempre calado e com ar de triste, vive solitário e não gosta de falar com estranhos, tudo que ele deseja é ser esquecido .... Isso segundo um artigo escrito pelo escritor russo Gennady Belimov, professor universitário que esteve presente no acampamento onde Boriska começou a falar de suas experiências do passado. Por várias vezes apanhou na rua e foi afrontado diversas vezes, e para aprender a se defender ele teve que aprender arte marcial. Tudo isso deixou Boris extremamente triste e retraído. Desde que havia ganhado fama a maioria reagiu com interesse e curiosidade, mas ainda sim teve pessoas que reagiram com ódio inexplicável. 

      Não só devido a perseguição das pessoas estupidas, pode ter contribuído para que Boris quisesse ser esquecido por todos. Mas definitivamente quando existe pessoas aqui neste planeta que são mais evoluídas, sem dúvidas atrai olhares além das pessoas bobocas que fazem parte da massa que são invejosas e baixas, mas também de pessoas gananciosas que possuem visão periférica que podem ver o garoto como ameaça, já que o mesmo está mostrando o mundo o conhecimento de outros seres vivos.

(Boriska em 2015) Só que não! Uma leitora disse que esse da foto é o Jussi Selo e realmente é verdade. Constava essa foto em mais de um site passando informações atuais de Boris. Irei verificar se encontro nos jornais Russos uma foto atual dele e se conseguir coloco aqui. Me desculpem pelo erro :( !

                       Assista á entrevista completa de Boriska :) Esse do video é ele de verdade haha





Fonte:
http://www.enigmasemisterios.com/
http://www.aquarius2036.com.br/
https://clovismoliveira.wordpress.com/



7 comentários:

  1. vocês têm certeza que esse rapaz é o Boriska?....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beatriz, também fiquei em dúvida. E fazendo uma rápida pesquisa, descobri que essa foto é de um cantor islandês chamado Jussi Selo. Apesar dos traços serem parecidos com os de Boriska, não é ele.

      Excluir
    2. Realmente esse cara ai da foto é o Jussi Selo e não o Boriska gente. Me desculpem pelo erro, mas mais de um site que passava informações atuais sobre o Boriska colocaram essa foto.
      Vou verificar se consigo a foto dele atual dando uma olhada nos nornais russos, se encontrar eu coloco aqui. :)

      Excluir
  2. Acho que este não é ele, ele não tem olhos claro este rapaz ai tem.

    ResponderExcluir
  3. e por que você envelhece, adoece? assim diz que vive o que quer... mensina..

    ResponderExcluir

Todos aqui tem o direito de dar opinião. A partir do momento em quer qual quer um, faltar com respeito com o próximo as postagens serão excluídas;e se persistir sera banido.